Publicado hace 12 horas
Nunca estamos prontos o suficiente para saber de algo, podemos até planejar e tentar no mínimo manter a pose, erguer a cabeça, e através de um teatrinho recebemos a bomba, que por fora não me causou estragos, mas de tão traiçoeira me destruiu por dentro, e o pior, ninguém viu.
Fred Medeiros. (via autorias)
Publicado hace 13 horas

No te sientas mal por hacer nada. Los pandas no hacen nada, y mira lo adorables que son.

Publicado hace 14 horas
Muñeca rota, corazón en pedazos por idiota, por creer que la vida es color de rosa.
Valeria Linch (via fruta-y-menta)
Publicado hace 15 horas
Quiero creer en esa estúpida idea de que los opuestos se atraen, que por muy niña buena que aparento ser, puedas descubrir que también sé ser mujer..
Sad Girl. Daniela Trejo (via petite-lenore)
Publicado hace 15 horas
Estivemos apenas enfrentando o desconhecido: nós mesmos, nossas fraquezas, nossas emoções mais escondidas, aquelas que julgávamos superadas, para sempre adormecidas, mas que de vez em quando acordam para, impiedosas, nos colocar em nosso devido lugar.
Martha Medeiros  (via autorias)

(Fuente: acoitado)

Publicado hace 15 horas
Se conocieron en un laberinto. Desde entonces están deseando salir juntos.
Publicado hace 15 horas
Soy bastante repugnante en mi sentimentalidad.
Julio Cortázar. Carta a los Jonquières. 19 de enero/ 52 (via ganasdemi)
Publicado hace 15 horas

”- ¿por qué no sonríes? - Porque tengo una sonrisa fea. -Eso es imposible, cuando alguien sonríe, no importa la forma de su sonrisa, o si sus dientes son grandes, anchos, pequeños, torcidos, amarillo o lo que sean la gente sólo mira lo hermosa que es esa sonrisa, porque todos sabemos que esa persona es feliz, y eso es lo que realmente importa”

autremondeimagination:

Publicado hace 15 horas

Te quiero a ti con todo incluido: Tus defectos, tu pasado, tus errores, tu sonrisa, tus bromas, tu sarcasmo, tus celos, tus enojos.

un-escritor-dice:

Para mas click aquí ← +

Publicado hace 16 horas
Debo destrozar tus oidos para que oigas con el corazón
Mantoi (via stupid-wh0ree)
Publicado hace 16 horas

"Por ti lo haría mil veces más"

(Fuente: el-verde-grinch)

Publicado hace 16 horas

Si pudiste ser feliz con la persona equivocada, imaginate cómo será cuando llegue la correcta

Publicado hace 16 horas
E mais uma vez, eu abri uma página sua de uma rede social e fiquei olhando sua foto. Como eu já sorri olhando pra quilo, você não tem ideia. Mas das ultimas vezes, infelizmente não era sorrindo que eu olhava, era com desanimo, com saudade e mágoa misturadas. Porque você tinha que morrer? Porque você tinha que matar tudo que eu sentia? Me obrigar a morrer também. Me obrigar a fingir estar viva pra todo mundo. Me obrigar a não chorar, quando tive vontade de chorar. Vontade de te esmurrar, te dizer que você é um idiota, um babaca, um cretino, um fraco, nunca passou disso. Nunca uma piada sua foi engraçada, nunca você me surpreendeu. Nunca. Mas eu não consigo deixar de pensar em você, a cada dia, a cada ato meu. E quando eu procuro outras pessoas, eu procuro imaginando você me vendo. E tendo ódio de mim. Porque eu quero que sinta ódio. Porque ódio significa alguma coisa, e é melhor que indiferença. Você que já foi tudo, já foi minha esperança, foi meu futuro imaginado, hoje não é nada. Não passa de uma foto numa rede social. Se eu vivo bem sem você, porque eu continuo te olhando? Porque eu sempre volto aqui? Porque eu ouço musicas que falam de tristeza? Por quê? Você não vale isso. Mas eu faço. Eu continuo fazendo. Como uma cerimônia de luto, eu sigo a risca. Mas acontece que você não morreu de verdade, do jeito que eu preferia que morresse. Você está ai vivo, vivendo sua vida, fazendo suas coisas, feliz, tranqüilo, sem sentir minha falta, sem olhar minha foto em rede social. Porque eu não consigo? Porque você não podia ser alguém? Eu esperei muito de você? Não. Eu não esperei nada, eu entendi tudo, eu entendia o que ninguém entenderia. Eu respeitei. Eu fiz como você quis. Tudo. Eu me anulei. Eu deixei de me amar, pra todo meu amor ser só seu. Eu voltei atrás. Eu chorei, eu pedi desculpas, eu agüentei besteiras. Agüentei tudo. Ajuntando do chão, migalhas do seu carinho, migalhas do seu amor. Do seu jeito explosivo e calmo. Um dia me amando como se a terra fosse acabar depois da meia noite. No outro dia um desconhecido me pedindo pra tratá-lo como qualquer um, por favor. Você é meu personagem favorito. O dono de todos os meus textos, de todas as minhas histórias. O dono da curvinha das minhas costas. E eu tenho que dizer isso agora, só pra uma foto numa rede social. Porque você morreu na minha vida. Você pediu demissão, seu cargo era o de presidente, era membro honorário do conselho, tinha tapete vermelho e eu me vestiria até de secretária se te agradasse. E você pediu demissão, sem aviso prévio nem nada. Me diz agora? Como viver bem? Como sobreviver, sem essa ponta de angustia? Eu sou feliz, cara. Eu sou feliz demais. Mas eu sou infeliz demais, quando penso em você. Quando penso no que poderia ser, no que poderia ter sido. Eu sei que não dá. Eu nem quero que dê. Não quero mais. Mas não sei o que fazer com esse nó. Vai passar né? Eu sei. Com o tempo eu não vou mais olhar sua foto, nem sofrer, nem pensar o quanto é infeliz tudo o que aconteceu. Tomara que passe logo. Porque a vontade de te ressuscitar as vezes, me domina.
A sua foto. Tati Bernardi. (via inverbos)

(Fuente: tatibernardicitou)

Publicado hace 2 días
Mientras estoy sola sentada, imagino lo bien que se sentiría que llegara alguien a hablarme, sacarme una sonrisa y se vuelva importante para mi. Pero a quien engaño, solo estoy escribiendo esto porque nunca pasará.
Publicado hace 2 días
Se me calo, fico emburrado ou me encontro distante, não pense que é por falta de amor ou desejo. Às vezes, me sinto meio sem rumo num mundo tão hostil, complicado e descolorido. O pior remédio é você fazer o mesmo. Ignore minha apatia. Só peço que chegues e instale a beleza que me falta, venha sorridente, regue as flores na sacada, ative minha respiração, massageie meus ombros, tire minha roupa ou me abrace, simplesmente. Vai passar.
Gabito Nunes.  (via recomendar)

(Fuente: s-i-m-p-l-i-f-i-c-a-r)